Somente Bento Gonçalves, dos municípios da Região Uva e Vinho, em 1999, possuía uma oferta turística organizada, com produtos turísticos formatados, agências de turismo receptivo e uma demanda turística efetiva.

     Foi quando a Atuaserra (Associação de Turismo da Serra Nordeste), implantou o Projeto Turismo no Meio Rural e Agronegócios. O projeto possibilitou que todos os municípios se organizassem turisticamente, tivessem um produto turístico a oferecer e uma agência que comercializasse o mesmo. O objetivo foi desenvolver uma diversificada gama de atrativos turísticos.

     O projeto dividiu-se em duas áreas distintas, o turismo rural e agronegócios, de acordo com as características e demandas de cada município.

  O turismo teve seu desenvolvimento coordenado, inicialmente pelo setor privado, e posteriormente, por uma associação de turismo regional (Atuaserra) e não pelo setor público. Sendo assim o turismo da região da Uva e do Vinho, é um modelo de gestão privada do turismo.

     A região possui em torno de 30 rotas turísticas que, desde sua criação e desenvolvimento, compõem a Região Uva e Vinho, e têm como mérito a organização e planejamento da Atuaserra, que tem como objetivo principal auxiliar os municípios na promoção e no desenvolvimento sustentável do turismo.

     Com o diagnóstico de oferta turística, serviços, infraestrutura e atrativos, buscou-se convênio com a Atuaserra e a ajuda do SEBRAE, para a organização de planejamento turístico no município. Houve divulgação em rádio e jornais locais, para quem tivesse interesse em trabalhar com atividade turística. Houve todo um trabalho de planejamento e criaram-se os grupos conforme suas atividades.

     Surge então o início do desenvolvimento de um projeto, originando o que hoje é um dos roteiros bastante prestigiado, a Estrada do Sabor, que representa a região sul do Brasil no Turismo Rural na Agricultura Familiar.

     O lançamento oficial do Roteiro Turístico Estrada do Sabor ocorreu no dia 26 de novembro de 2001, na cidade de Nova Prata - RS, com a proposta de desenvolver o turismo rural em Garibaldi.

     Envolve famílias que continuam desenvolvendo como principal atividade a agricultura e a produção agroindustrial, e implementam sua renda com o turismo e a venda dos produtos elaborados nas suas propriedades.

     Cada família tem suas características próprias, valorizando a história das mesmas, seu modo de vida, suas receitas, os utensílios e equipamentos utilizados para compor a atratividade das propriedades.

     Além disso, a paisagem, vales e vinhedos, capitéis e capelas compõem um cenário peculiar. O Roteiro Estrada do Sabor foi escolhido para representar os três estados do sul do país, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, no Programa Nacional de Turismo Rural na Agricultura Familiar.

     Estas famílias de pequenos agricultores constituíram a Associação de Participantes do Turismo Rural Estrada do Sabor, em 11 de junho de 2003, sendo que realizam encontros, onde são decididas diversas ações que são realizadas em conjunto, como a participação em eventos, decisões de materiais de divulgação, entre outros assuntos.

     A Associação Estrada do Sabor continua representando a Agricultura Familiar do País, inclusive nos projetos de Incentivo a Agricultura Familiar, como o Mais Alimento, que incentiva a compra de maquinários agrícolas, na criação de agroindústria, e incentivo a mulher e aos jovens agricultores, gerando assim desenvolvimento e fazendo com que os jovens permaneçam na agricultura familiar.

     Em 25 de maio de 2009, foi lançado o site do roteiro. No site www.estradadosabor.com.br, o turista basicamente pode conhecer o que cada família tem a oferecer ao visitante, também possui mapas para a localização, e-mail e telefones para contato.

     No ano de 2010, foi estudado e atualizado todo sistema de sinalização de acesso à Estrada do Sabor, culminando com a instalação das placas em novembro do mesmo ano, vindo a resolver problemas antigos de localização.

     A Estrada do Sabor recebe, atualmente, apoio por parte do poder público do município de Garibaldi. Está sempre ligada a outras entidades, recebendo incentivos e colaborando para o desenvolvimento municipal e turístico.

     Recebe apoio técnico do Sebrae e também da Atuaserra, entidades que auxiliam na divulgação, na profissionalização e, principalmente, no desenvolvimento constante do roteiro. Também recebe apoio de entidades tais como o Sindicato de Hotéis, Restaurante, Bares e Similares da Região Uva e Vinho (SHRBS), Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Ministério do Turismo, Secretarias Municipais de Turismo, do Meio Ambiente e da Agricultura, APEME, CIC, CEC e EMATER e até mesmo de Secretarias de Turismo da Região, como Bento Gonçalves.

     Segundo o seu estatuto, a Presidência da Associação Estrada do Sabor é pelo período de dois anos, tendo sido assim constituída:

Vilmar Bettú – Gestão 2003 - 2004

Jorge Mariani – Gestão 2005 - 2006

Natalina Sartori Vaccaro – Gestão 2008 - 2009

Odete Bettú Lazzari – Gestão 2010 - 2011

Samuel Brugalli – Gestão 2012 - 2013

Vilmar Bettú - Gestão 2014 - 2015

     A Estrada do Sabor é um dos roteiros que prosperaram com grande sucesso no município, figurando no cenário nacional e internacional como modelo de roteiro turístico na agricultura familiar, isso graças à união desses pequenos agricultores e empreendedores.


© copyright 2012. Estrada do Sabor todos os direitos reservados.