Estrada do Sabor com nova diretoria

A Estrada do Sabor, rota turística de Garibaldi, está com nova diretoria. Para a gestão 2014/2015, o presidente é Vilmar Bettú, tendo como vice Salete Arruda. A secretária é Odete Bettú Lazzari e o tesoureiro, Samuel Brugalli. Brugalli encerrou em dezembro sua gestão como presidente frente à Estrada do Sabor.

No mês de dezembro, a Estrada do Sabor conquistou o "I Prêmio de Inovação do Turismo RS", promovido pela Secretaria Estadual de Turismo. Foram 178 trabalhos inscritos. A categoria premiada foi "Melhores práticas em estruturação de produto - Turismo Rural".

Saiba mais

Na Estrada do Sabor existe uma simplicidade desconcertante. Uma singeleza cultivada na ligação com a terra, com a energia da mata e apreendida através da observação da vida que germina entre as mãos. Lá descobrimos que sempre há nas lembranças do outro algo que nos conecta com nossas lembranças, pois os lugares e os objetos são portadores de memórias e estão impregnados de significados. O roteiro oferece a oportunidade de estar em contato com a paisagem, de caminhar pelos vinhedos, degustar vinhos elaborados com um minucioso processo de vinificação, provar os deliciosos pães cozidos em forno a lenha, geleias, grapa e licores caseiros, produzidos através da agricultura ecológica. As copas, os salames e, claro, a mesa farta com antigas receitas mantidas em segredo, ofertam sutis e delicadas combinações de condimentos e ingredientes, que representam o patrimônio e orgulho das famílias italianas.

Aqui há a possibilidade de interagir com os agricultores e pelas suas mãos sermos servidos, uma atitude que certifica e enaltece o que é oferecido.

Um panorama que nos arrebata e nos faz transcender a experiência que temos com o tempo. Sentimo-nos convidados a entender mais e além do que nos propomos viver e compreender.

Na Estrada do Sabor descobrimos que sempre há, nas lembranças do outro, algo que nos conecta com nossas lembranças, pois os lugares e os objetos são portadores de memórias e estão impregnados de significados.

Família Odete Bettú Lazzari – Osteria Della Colombina: oferece visitação à propriedade com passeios em meio ao jardim, hortas, pomares e parreirais, podendo participar do cultivo dos mesmos, com vista à deslumbrante paisagem. Expõe objetos antigos, como utensílios domésticos e agrícolas, peças religiosas e fotografias em uma réplica de casa de madeira da colonização italiana. Comercializa doces de frutas em pasta, geleias, compotas e conservas, elaborados com matéria-prima orgânica extraída na propriedade. O visitante também pode participar da “Oficina Mãos na Massa”, momento em que cada pessoa tem a oportunidade de confeccionar sua “Colombina”, pombinha feita de massa de pão. As refeições servidas, almoço e jantar, são típicas do imigrante italiano, em um ambiente único no porão da casa da família, no qual é mantido o “chã batido”. Reservas devem ser previamente agendadas. Comunidade São Jorge. Fone: 54-3464-7755/9121-1040 – osteriacolombina@hotmail.com

Família Jorge Mariani: A família oferece passeio pelos parreirais e colheita da uva orgânica e frutas da época, como: bergamota, laranja, figo, pêssego. Uma aula sobre agroecologia é vivenciada no local, através do farto conhecimento de Jorge Mariani e sua família. Através de transporte, feito com trator, o visitante poderá conhecer a propriedade e o manejo ecológico. Também poderá visitar a residência e ter a oportunidade de conhecer, através das fotos, a história da família, ou então, no quarto do bisavô, transformado em museu, conhecer o mobiliário e utensílios de época. Do belvedere, avistam-se as cidades vizinhas de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul, Veranópolis e Carlos Barbosa. Os visitantes também terão a oportunidade de conhecer a Vinícola com elaboração de vinhos e sucos orgânicos e degustá-los. As visitas devem ser agendadas. Marcílio Dias. Fone: 54-9999-9752/9177-3688 – lacantineta@terra.com.br

Família Olir Brugalli: A propriedade da Família Olir Brugalli fica situada num ponto elevado, que lhe confere uma bela vista da comunidade de Araújo e Souza. A família possui uma empresa de embutidos, dedicando-se à elaboração de produtos típicos da gastronomia italiana: salames, copas e presunto parma, que podem ser degustados na visitação. A produção de embutidos, uma tradição da família, leva o nome de Nono Honório, uma homenagem ao patriarca, como forma de reconhecimento da importância de seus conhecimentos e transmissão do processo de fabricação de embutidos. Na propriedade também são cultivadas uvas de diversas variedades, das quais são elaborados deliciosos sucos. As visitas devem ser agendadas. Araújo e Souza. Fone: 54-3464-1380 – samucabrugalli@hotmail.com

Família Vaccaro: Na propriedade da família Vaccaro há várias opções de lazer: caminhadas por trilhas ecológicas, visita aos parreirais, degustação de uva direto do pé, visita à vinícola, além da possibilidade de adquirir produtos coloniais e fazer refeições num ambiente encantador e acolhedor. A beleza do local é propícia para piqueniques e registro do book de casamento. Sentir o sabor e o tempero da culinária italiana, com o gosto e o inigualável aroma da receita da nona, é uma experiência que pode ser vivida na propriedade. As delícias da comida típica podem ser apreciadas no almoço, no café colonial e no jantar. As refeições são servidas mediante reserva, de quarta a domingo, para no máximo quarenta e cinco pessoas. Santo Alexandre. Fone: 54-3464-7888/3459-1128 – vaccaro@bol.com.br

Vilmar Bettú – Turismo Enológico: A propriedade está localizada a menos de 3km do centro de Garibaldi, junto à Estrada Geral São Gabriel que se une ao Vale dos Vinhedos. Ali, os enófilos poderão passar algumas horas na companhia da família Bettú, degustando vinhos e se inteirando da história dos imigrantes italianos que vieram para esta região do Rio Grande do Sul. Além de falar de vinhos, a conversa pode versar sobre o desenvolvimento da vitivinicultura entre os descendentes dos italianos e a influência dos mesmos receberam das três congregações religiosas francesas que se instalaram no município de Garibaldi nos primórdios do século XX. Vilmar Bettú, que é engenheiro mecânico e professor de Física, elabora pequeníssimas quantidades de vinhos a partir das diversas castas viníferas cultivadas no Brasil, entre elas: Malvasia de Candia, Tannat, Ancellotta, Rebbo e Nebbiolo. As visitas devem ser agendadas. Em três horas o visitante poderá degustar aproximadamente dez tipos de vinhos entre tranquilos, fortificados e espumantes. Estrada Geral São Gabriel. Fone: 54-3462-6807 – vilmarbettu@gmail.com

Agências que comercializam a Estrada do Sabor: Terra Bella Turismo, Giordani Turismo, Rio das Antas Turismo, Arte do Turismo.


© copyright 2012. Estrada do Sabor todos os direitos reservados.